quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Jornalismo ou Direito: a resposta

Há três anos atrás eu estava na mesma mesa com lágrimas nos olhos atordoada pela dúvida entre continuar minha graduação em jornalismo ou mudar de faculdade e estudar Direito. Confesso, não foi fácil, mas a resposta veio e hoje estou muito feliz e cada vez mais apaixonada por esse vício chamado jornalismo.
Sempre achei lindo o papel de um juiz, a defesa do advogado e até mesmo o trabalho do Promotor de Justiça. Mas não nasci para isso, eu gosto de palavras, verbais ou não. Minha vida é lá na rua com bloco de papel e caneta na mão, com a câmera fotográfica no pescoço. Eu gosto de falar sobre pessoas, mostrar sorrisos, apontar erros onde existem e ajudar a justiça.
Jornalismo muitas vezes pode ser considerada uma profissão superficial, boêmia e não muito levada a sério. Quem diz isso é bobo! não conhece o jornalismo. Quem fala isso não sabe o quanto essa profissão é linda, por ligar pessoas e lugares através da mágica de textos e imagens.
Sei que é época de vestibular e muitos estão com a mesma dúvida que eu tive há três anos. Como amiga aconselho que antes de tudo sigam seus corações. Salário alto não põe sorriso no rosto, nem mesmo proporciona o prazer de fazer aquilo que você gosta.
Leve sua escolha como se o curso fossem dois garotos lindos que você se sente atraída, você terá que escolher um. Mas na hora da escolha, prefira aquele que te dê liberdade, faça você rir, que te apaixone a cada dia e o mais importante de tudo aquela capaz de abrir seus olhos.
Entre Direito e Jornalismo, eu escolhi JORNALISMO, porque não sei viver sem ele. Eu preferi viver para sempre ao lado dos meus textos, das minhas fotografias (que muitas vezes eram músicas), das minhas reportagens e principalmente dos livros maravilhosos. Continuei no curso de jornalismo e estou prestes a realizar meu maior sonho: escrever um livro.

Que todos ouçam o coração na hora da escolha!!!! O melhor conselheiro é ele, sempre!
Eu parei, ouvi meu coração e hoje estou muito feliz...

6 comentários:

Carolina disse...

Minha maior Dúvida.. texto lindo!!!
mas a dúvida continua: Direito ou Jornalismo?

Anônimo disse...

Parabens, e sobre escrever seu livro: que máximo! Porém tenho a mesma dúvida, mas as vezes não me considero capacitada a escrever bem e conseguir bons empregos com jornalismo, ou não ser boa o suficiente exercendo advocacia ou outra area do direito. Tem algum conselho??

Henrique de Carvalho disse...

Andressa! Texto ótimo que muito me ajudou a tomar essa decisão. Estou prestes a me inscrever no Sisu e morrendo de dúvida entre as duas carreiras! Mas acho que vou pra Jornalismo também hahahaha

Mariana disse...

Oi! Gostaria de agradecer do fundo do meu coração por você ter escrito esse texto. Toda vez que eu ficava em dúvida entre jornalismo e direito eu o lia e ficava certa de que nasci para escrever, para ser jornalista. Obrigada, de verdade! Você me ajudou a decidir meu futuro 💛

Andréia Marques disse...

Há dois anos atrás tive a mesma dúvida:Direito ou Jornalismo,optei pelo Jornalismo e estou amando cada dia mais o curso,é simplesmente apaixonante!

igor ismael panzenhagen disse...

Bah, que dúvida cruel. A 2 anos parei meu curso de jornalismo por estar com grande dúvida do que cursar. Agora voltei pro jornalismo achando que estava decidido.
Porém a dúvida voltou, mas com menor intensidade. Isso porque, com 22 anos, já estou mais maduro do que quando escolhi o jornalismo aos 15 anos de idade. Resultado: esse é o último semestre em que estudo jornal, pois vou aventurar no direito.
Gosto muito de ler e escrever, mas não faço questão de trabalhar só com isso. Gosto de escrever só quando dá vontade, não trabalhar com isso. Porém tenho forte comigo a vontade de exercer e promover a justiça brasileira.
Espero ser feliz na minha nova decisão.