sábado, 17 de outubro de 2009

Jornalismo ou Direito?

Essa é a pergunta que atualmente faço todos os dias. Em que lugar serei mais útil? Mostrando o que precisa ser corrigido ou corrigindo?
É uma pergunta sem resposta, busco ela em meu coração, mas a dor é infinita. Não é fácil deixar para trás amizades que fiz, deixar um ano ao lado das melhores pessoas que já conheci na minha vida.
É difícil porque quando estou com essas pessoas sou tomada por uma paz infinita, procuro não escrever mais, pois me lembro o quanto vou sofrer distante do que eu tanto amo. Vou deixar de lado meus ideais o motivo pelo qual escolhi ser jornalista, por acreditar que palavras têm força e podem mudar o mundo.
Não fotografarei mais, minha grande paixão, mostrar o vermelho das flores, o azul do céu, mostrar que o all star combina com letra de música e com amor. Trocarei a câmera por um martelo que condena muitas vezes injustamente.
Estarei trocando a humildade de descobrir e indagar o mundo pela prepotência.
Em busca da profissão que nasci para exercer, uma amo desesperadamente a ponto de temer que não haja como viver dela, é minha profissão do coração, a outra é a profissão da Andresa filha, quieta e tradicionalista, é a profissão que irá me render elogios, uma vida confortável, é a profissão da razão, mas eu não a amo.
Concordo com Sócrates e Só sei que nada sei.

4 comentários:

Gustavo Ribeiro disse...

Um dilema em forma de nuvens cinzas que circundam minha cabeça constantemente. Essas nuvens, mais uma vez, estão se chocando e provocando trovões que me incomodam. Devo largar o 3º período de Jornalismo para me dedicar ao Direito (por ser mais conveniente e seguro), ou continuar me arriscando na nossa amada e cada vez mais desvalorizada profissão? Eis a questão que não sei como decifrar.

Wendell disse...

Estava com uma super dúvida para escolher entre Direito ou Jornalismo, e com esse texto lindo que você publicou tenho certeza de que Jornalismo é a minha vida!
Obrigado!!

Drikaa disse...

Nossa, me vi em seu teexto! Meu pai, meu irmão e minha irmã todas seguiram o caminho do Direito e minha mãe, formada em jornalismo simplesmente guardou seu diploma e fez outro curso, na época não valia a pena o salário e a distância da família.. sempre quis jornalismo, é o que eu realmente amo .. mas pra estudar e atuar terei que sair da minha cidade, sair de perto da minha familia e das pessoas que amo .. e o pior, sem a certeza do sucesso.. não quero ter que mudar meus planos depois de 4 anos de faculdade, como minha mãe :x A vida é tão curta, será que vale a pena ?!

Diego Pereira disse...

caraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaraca esse texto é da minha vida?